08 novembro 2006

LEITURAS "INSTRUTIVAS"

"Um caso intrigante, o da exoneração de Márcio Araújo de Lacerda, secretário-executivo do ministro Ciro Gomes. Lacerda estava na lista de sacadores de Valério, agraciado com R$ 457 mil. O dinheiro foi usado para pagar os serviços publicitários de uma agência que trabalhou na campanha de Lula, no segundo turno de 2002. A eleição de Lula, portanto, teve dinheiro de caixa 2. O caso repercutiu durante o depoimento do tesoureiro Delúbio Soares à CPI do Mensalão.

Eis o diálogo travado entre Delúbio e o deputado Júlio Redecker (PSDB-RS):

JR – O dinheiro foi enviado para Ciro Gomes?

DS – Sim.

JR – Pagou despesas de campanha de Ciro ou Lula?

DS – De Ciro.

JR – Mas Ciro disse que foi serviço prestado pelo marqueteiro dele no segundo turno à campanha de Lula.

DS – Não foi. O dinheiro pagou serviços prestados pelo (publicitário) Einhart à campanha de Ciro no segundo turno.

JR – Mas Ciro não foi candidato no segundo turno. Ele apoiou a candidatura Lula.

DS – O Einhart trabalhou com o Duda Mendonça. Eles filmaram o Ciro para o programa de Lula no segundo turno. O dinheiro pagou despesas que o Ciro teve no segundo turno.

JR – Então o dinheiro de Valério, de caixa 2, pagou despesas de campanha de Lula no segundo turno.

Delúbio silenciou. "








(trecho do livro - O Chefe, de Ivo Patarra)

11 Comments:

Blogger Claudia said...

Alex, interessante como este livro quase não teve divulgação. Encontramos muitas respostas nos depoimentos, é só ler com atenção.

Para quem ainda não leu: www.escandalodomensalao.com.br.

Beijos!

8:41 PM  
Blogger Nat said...

Alexandre, ainda bem que continua firme e forte na trincheira da resistência democrática! São tantas as letras instrutivas que precisamos divulgar...

Bjs

9:33 PM  
Anonymous Vera said...

Amigo Alexandre: e com tantas evidências e comprometimentos de tanta gente, tudo acaba terminando em pizza... É isso que temos que fazer mudar para evitar tanta impunidade. :-) Bjs

12:14 AM  
Anonymous Vera said...

Amigo Alexandre: e com tantas evidências e comprometimentos de tanta gente, tudo acaba terminando em pizza... É isso que temos que fazer mudar para evitar tanta impunidade. :-) Bjs

12:15 AM  
Blogger Angelo da C.I.A. said...

Olá Alexandre.
Enfim você voltou. Que ótimo!
Vou tentar ler este livro. Como disse a Clau, há muitas, muitas respostas interessantíssimas nos depoimentos que ficaram para trás e foram ignoradas. Aliás, muita gente até hoje não leu a peça de acusação do Procurador Geral da República sobre o Mensalão ( até por isso eu disponibilizei em meu blog, para que as pessoas não se esqueçam ). Lá tem tudo com uma clareza e precisão incríveis! Ler aquilo e relembrar os lances da crise do Mensalão me deixa ainda mais indignado com a incompetência da oposição em permitirque Lula se reerguesse e acabasse como presidente reeleito

9:52 AM  
Blogger Suzy Tude said...

Alexandre, excelente seu post, quando parece que pessoas andam "alopradamente" esquecidas!
E temos de pedir explicação à Justiça Eleitoral.
País sem Lei não tem Estado Democrático de Direito!
Vamos nos unir, fazer BARULHO!
Um abraço

11:44 PM  
Blogger Moita said...

Alexandre

As provas são evidentes.

Eles não condenam por que não querem.

Fica a méxima, no Brasil só se prende ldrão de galinha.

abs

10:16 AM  
Blogger Jorge Sobesta said...

Alexandre,

Alguém devia silenciar esse Delúbio, hehe.


Um abraço e bom final de semana.

10:21 AM  
Blogger Kafé Roceiro said...

Amigão,
desculpe o sumiço. Meu velho está no hospital. Um abraço do Kafé. Fico feliz que tenha voltado.

11:32 AM  
Anonymous Anônimo said...

Aquela matéria que fala no cientísta Expedito Parente do Biodiesel, tem alguns erros.
Ex: o nome da empresa dele não é TECNOBIO e sim TECBIO.
Por favor concertem!!
Agradeço antecipado.

2:16 PM  
Blogger Alexandre, The Great said...

OK, Anônimo!

Já "consertamos" (com "s" mesmo).
Mais alguma coisa à ser "consertada" ou "concertada"?

2:41 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home