22 novembro 2008

O DESMANCHE DO BRASIL PELO FASCISMO


“O maior canalha de todos é o que se elege prometendo acabar com a canalhice, mas se transforma em um canalha muito pior daqueles que tanto criticou e que queria ver atrás das grades. Este tipo de político peçonhento deveria ser destituído do seu cargo e ser expulso do país para nunca mais voltar. A reeleição de um canalha é a prova de que uma sociedade adotou o desrespeito às leis, a falta de ética e a imoralidade como valores fundamentais, ou por ignorância, ou por cumplicidade, ou por vergonha de ser honesto. A máscara do canalha vai cair de vez somente depois da última cena da peça fascista”.





O PREFÁCIO DE UMA DITADURA FASCISTA.

A guarda vermelha dos fascistas já se posiciona para “proteger” os caminhos e os ouvidos do seu líder dos protestos dos insatisfeitos, aquele mesmo líder que emergiu do pântano das mentiras socialistas para enganar o povo e tornar-se o "príncipe da política prostituída".

Os que se atrevem a desafiá-lo durante seus mentirosos discursos populistas, com vaias, apitos e protestos, são espancados pela sua segurança e pelos seus militantes seguidores de bandeira vermelha de estrela única. Os que protestam têm seus cartazes rasgados e seus corpos queimados com pontas de cigarro. Policiais já estão sendo espancados por membros de alguns “movimentos sociais”. Propriedades estão sendo invadidas e destruídas.


Para ilustrar mais o cenário fascista que se aproxima, lemos na mídia a seguinte pérola: o presidente de uma entidade sindical fez mais uma ameaça: “se algum tresloucado neoliberal avançar nessa direção [o impeachment], nós vamos reagir”. Ou seja, o país está sendo chantageado e ameaçado pelos que não querem que o desgoverno petista seja julgado e punido por omissão, incompetência, prevaricação e formação de quadrilha (vide texto da denúncia do Procurador Geral da República em processo que tramita no STF sobre o mensalão).



Não deve ser considerada mera coincidência, qualquer semelhança entre a postura dos “guardas” do príncipe da política prostituída, com os guardas de Mussolini. Poderá vir a ser muito pior. Os livros da democracia, nossos códigos legais, e a Constituição do nosso país, vergonhosamente lesado por um grotesco estelionato político, estão sendo “queimados” em praça pública sob os olhares apáticos de uma sociedade que está permitindo que os filhos dos ovos da serpente patrulhem o poder público, e imponham para os nossos filhos e suas famílias um futuro em um país com um poder público corrupto e meliante, em todos os sentidos que essas palavras possam comportar.


Mesmo diante de tantos descalabros de corrupção, roubo, prevaricação, sistematicamente divulgados pela mídia, e que ameaçam frontalmente a democracia, as fardas de defesa da República, estão no cabide da inércia, da apatia, da omissão, do medo, da covardia ou pior, da cumplicidade,.



Os que têm condições para liderar a união cívica na direção de uma contra-revolução para acabar com os ratos da política prostituída e seus cúmplices meliantes que infestam o poder público – dominado pelo corporativismo fétido e pela corrupção – estão escondidos na letra morta de um espúrio “contrato social” que condenou o Brasil a cair nas mãos do fascismo.


Não adianta mais insistir na tese utópica de que uma “democracia” corrupta, aética, imoral ou inexistente irá derrotar nas urnas o maior traidor da sociedade, que já ilustrou a história do nosso país.


Estamos cansados de assistir a veiculação das mentiras e das meias verdades que manipulam a consciência social, com a ajuda de uma rede de televisão comprometida e devedora dos favores do “príncipe da política prostituída” e com a manutenção da ignorância plantada na consciência crítica do povo pelas elites dirigentes durante décadas.



Está sendo redundante e revoltante perceber diariamente a exploração do terreno fértil da ignorância para a manipulação dos pobres e dos menos favorecidos.


Os assim feitos dependentes de um desgoverno espúrio estão se “deitando” no colo de uma medíocre relação paternalista com o Estado, em troca de uma aposentadoria vitalícia que substitui o emprego por um projeto assistencialista que tira o direito do cidadão de poder lutar com seus próprios meios para crescer na escala social e sustentar sua família.


Os miseráveis continuarão sendo miseráveis, e aqueles que poderiam melhorar sua condição de vida com educação e um emprego estão aceitando serem perpétuos credores dos favores de um desgoverno marcado por sistemáticas denúncias de prevaricação e corrupção; são as coleiras da imbecilidade que estão sendo pacificamente colocadas nas gargantas dos incautos, ingênuos e ignorantes.


Os riscos de caminharmos em direção a uma ditadura fascista com a manutenção no poder um partido que gerou uma organização criminosa denunciada pelo Ministério Público, são tão grandes, que a intelectualidade jurídica do país, que ainda não está comprometida com o corporativismo criminalista público-privado fétido que sustenta os meliantes do estelionato eleitoral de 2006, não deveriam fugir da responsabilidade cívica de salvar os poderes da República das garras desta organização criminosa que nos ameaça, sob pena de terem suas biografias manchadas pela lama do corporativismo meliante corrupto, biografias essas que serão lidas e lamentadas por seus descendentes, contudo assim o fizeram.


Não existe nada pior para uma sociedade “republicana”, que se vê às portas da inequívoca afirmação autocrática e autoritária de um Poder Executivo que foi fruto de um golpe político estelionatário, do que perceber que seu Poder Judiciário e seus Tribunais Superiores estão se entregando ao relativismo legal aético e imoral sob o comando de um corporativismo corrupto, que está prestando “inestimáveis” serviços para os idealizadores de uma revolução fascista para a consecução da vitória de um poder político prostituído que quer se perpetuar no comando do Estado, projeto esse já denunciado pelo Ministério Público.


Os servos da Justiça, da verdadeira Justiça, que fizeram seus juramentos perante Deus e a Constituição do nosso país, louvando a ética e a moral, não podem se deixar misturar na mesma vala comum da corrupção e da prostituição da política, que estão transformando os poderes da República em casas de tolerância com “garotas de programa” pagas com o dinheiro do povo.


Com uma freqüência cada vez maior, lemos na mídia formadora de opinião, gente patriota, escrevendo com honestidade intelectual, e afirmando que “o impeachment se impõe”, fazendo coro com aqueles que lutam pela salvação da sociedade das mãos de fascistas, e para livrar o poder público dos tentáculos da organização criminosa denunciada pelo MP, organização liderada por gente que freta jato particular de empresa de fachada para continuar servido a um desgoverno que fomenta a prostituição da política, uma verdadeira pandemia que já assumiu o controle do Estado.


O dinheiro roubado do povo, e repassado para a compra do apoio dos seus traidores públicos e privados – os sabujos do príncipe da política prostituída– tem o mesmo efeito da cocaína fornecida para as tropas invasoras em uma guerra suja, pois escolhidos os fracos, inicia-se o processo de aniquilar-se a força moral e ética de todos, para que possam ser dominados ou mortos.


Na ignorância do povo, há décadas sendo formada pelas mãos sujas das elites dirigentes, foram plantadas as sementes da imbecilidade que colocou no poder políticos vigaristas, pilantras, corruptos e lacaios dos lobbies dos grandes empresários e banqueiros nacionais ou multinacionais, como já nos esclarecia um grande dramaturgo. Essa gente sórdida que explora, sistematicamente, a boa fé dos eleitores, transformou o poder Legislativo na casa da prostituição da política, um clube privê que se especializou no estupro da ética e da moral.

A mídia já informou: o programa social do desgoverno Lulla é um fracasso quando se ignora o seu caráter puramente assistencialista-populista, e a ilusão da perpetuação do direito à “bolsa-família” mascara a crescente impossibilidade de um emprego decente que resgate a justiça e a dignidade para o cidadão que quer se sustentar com o seu trabalho, para poder se livrar do paternalismo do Estado que compra seus votos e sua consciência crítica para contar com a benevolência do povo aos corruptos, aos prevaricadores e para os incompetentes.



A sociedade não pode esquecer a luta insana do governo petista para tentar desarmar a população civil do país, especialmente uma classe média que detém esclarecimento político e um poder de transformação social que ainda preocupa e incomoda o governo.

Todos os apadrinhados pelo assistencialismo populista do desgoverno petista, precisam ser reconduzidos à racionalidade política, para recuperar sua auto-estima como cidadão e sua dignidade como ser humano.

As únicas resistências visíveis à captura do país pelo fascismo são, ainda, o Ministério Público e uma parcela da Polícia Federal que resistem aos desmandos de uma hierarquia manipulada pela ambição política e pelo corporativismo meliante.

As igrejas, as entidades civis e sindicais parecem acovardadas ou em estado de cumplicidade com este hediondo projeto de permanência do PT à frente de um governo que foi estruturado com a grotesca participação da organização criminosa denunciada pelo Procurador Geral da República.

A sociedade assiste, omissa, os códigos legais do país serem rasgados para os ricos e corruptos meliantes, e serem criteriosamente aplicados para os “abandonados” da teia da corrupção, e para os pobres e os menos favorecidos que são jogados na cadeia por uma mera suspeita de um desvio de conduta legal, ou por roubar comida para matar a fome dos seus filhos.

Uma intelectualidade canalha faz cara de paisagem para um movimento de traição à nossa pátria, observando passivamente as ações de um MST que se perdeu de sua identidade como movimento social e está se transformando visivelmente em um braço revolucionário fascista do PT.

A corja da corrupção denunciada transita livremente por seus ninhos de cumplicidade corporativa pública-privada, com uma leviandade, uma desfaçatez e uma hipocrisia sem par, e serem incomodados.

Os instrumentos legais estão disponíveis para o Ministério Público, para os Tribunais Superiores e para a Polícia Federal acabarem com a farra da corrupção, da prostituição da política e com o corporativismo canalha que está destruindo o futuro do nosso país. Bastaria aplicá-los em respeito ao povo, que trabalha mais de cinco meses do ano para sustentar corruptos, meliantes e organizações criminosas que se infiltram no poder público.

É dever escolher o caminho da coragem cívica para livrar o Brasil das mãos dos estelionatários da política, custe o que custar. Não se pode mais admitir que os que ainda podem salvar o país se mostrem omissos ou ineptos, e paguem para ver o resultado de sua inação, onde um projeto de poder, ardilosamente urdido, poderá sufocar a todos com um regime autocrático e ditatorial, escravizando o país a um Nacional Fascismo Populista.



O ANALFABETO POLÍTICO
Bertold Brecht


"O pior analfabeto é o analfabeto político.

Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.

Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio, dependem de decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política.

Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais“.

9 Comments:

Blogger Star said...

Parabéns Alexandre, você escreveu tudo o que eu penso e mais um pouco.

4:16 AM  
Blogger Ozéas said...

Excelente o texto,vou fazer uma leitura dele com meus alunos.
Abç

7:06 PM  
Blogger O Mascate said...

Brilhante.

9:58 AM  
Anonymous Lilian said...

Dica de leitura...Textos ácidos e sarcásticos, pra quem quer ficar por dentro dos assuntos políticos e dos últimos acontecimentos de forma leve.


www.mosaicodelama.blogspot.com

Boa leitura!


* This blog can be translated to any language*

12:05 PM  
Blogger Star said...

Vamos esquecer um pouco tudo isso Alexandre, aliás, você anda esquecidinho da gente, mas entendo, fim de ano, muito trabalho...

Passei pra desejar a você e sua família um...

Natal de Amor, Saúde, Felicidade, Dinheiro, Paz e Harmonia. Muito Sucesso em 2009 e muita paixão e alegria!

4:18 PM  
Blogger Alexandre, The Great said...

Star.
Me perdoe a indelicadeza. Realmente confesso: estou deixando de visitar meus amigos e amigas "reaças". Imperdoável...
Mas como nesta época temos a tendência de nos tornarmos magnânimos, espero esta conduta dos amigos (rsrs).
Falando sério: retribuo em dobro os votos de um FELIZ NATAL e um Ano Novo de grandes realizações pessoais.
Com todo meu carinho,
Alexandre, The Great

8:36 PM  
Anonymous Anônimo said...

O que você ganhou pra escrever este monte de asneiras seu babaca?

11:01 AM  
Blogger Alexandre, The Great said...

Com certeza algo bem mais valioso do que aquilo que vc recebeu para vir aqui depositar a sua falta de educação, seu ESCROTO!

3:08 PM  
Anonymous mayara said...

muito bem trabalhado o texto , e eu concordo plenamente com a desisoes tomadas durante o debate sobre esse assunto...parabens PS:Voce pode achar que eu sou um homem velho kkkkk mais nao sou uma garota de 14 anos dando uma bréve opiniao sobre o assunto, obg pela sua atençao e se vc nao gostou do q eu escrevi...vai se ferrar por que nao pedi sua opiniao.

10:56 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home