17 setembro 2006

FRASE DO DIA

"AO VOTAREM PELA SEGUNDA VEZ NO MAIOR FARSANTE DE TODA A HISTÓRIA POLÍTICA BRASILEIRA, PASSAM DA CONDIÇÃO DE ELEITORES À DE CÚMPLICES, CONSCIENTES DA LAMENTÁVEL DESAGREGAÇÃO ÉTICA E MORAL QUE ASSOLA O PAÍS!"
Carlos Verezza (seção "Cartas dos Leitores" - O Globo)

6 Comments:

Anonymous P@T@ said...

Cúmplices são todos os diabéticos políticos e sua doce oposição. Os que votam nelle são coniventes e os que não votam são reféns.
Estamos encurralados. É perder ou perder.

"Mais do que em qualquer outra época, estamos numa encruzilhada.
Um dos caminhos leva à catástrofe e ao mais terrível desespero.
O outro leva à extinção total.
Vamos rezar para que façamos a escolha certa". Woody Allen

10:45 PM  
Blogger Angela said...

Alexandre, só a fé de que no final tudo acaba bem me move nesse momento.

Pelos métodos que essa canalha usa, duvido que nossos votos sejam respeitados.

É mais fácil acreditar na conversão do demônio do que nos seus servos.

Um beijo

11:23 PM  
Blogger Saramar said...

Alexandre, meu querido, imagine viver em uma nação de cúmplices de crime de lesa-pátria.
Estaremos à porta de outra Cuba?

beijos e bos semana para você.

12:59 AM  
Blogger Kafé Roceiro said...

Mestre, concordo com você. Tudo que ocê falou é verdade. Ocê é meu ídalo. Inté procê.

10:14 AM  
Blogger Star said...

Alexandre,

O dinheiro que pagaria o falso dossiê contra Serra e Alckmin saiu de assessor direto de Lula.

O advogado Gedimar Passos, preso na última sexta-feira, deu à Polícia Federal o nome do integrante do PT que teria negociado suposta operação de compra do dossiê contra os candidatos do PSDB para o governo de São Paulo, José Serra, e para a Presidência da República, Geraldo Alckmin. Segundo declarou, em depoimento à PF, um homem chamado "Froude" ou "Freud"

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, que teve acesso ao teor do depoimento, o suposto mandante da operação seria dono de uma empresa de segurança no eixo Rio-São Paulo, mas Gedimar não soube dizer se essa pessoa tem influência no PT.

A PF tem indícios que apontam para Freud Godoy, assessor de gabinete da Presidência e ex-coordenador de segurança em todas as campanhas de Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto.

12:26 PM  
Anonymous Vera said...

Quem vota nessa turma é conivente com o crime!! ;-) Bjs

11:21 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home