02 setembro 2006

"MENSAGEM PARA UMA SOCIEDADE DOMINADA"


O fim...


Se você não tem discernimento para saber o que está acontecendo no seu país, e nem lutar pela sua salvação das mãos dos fascistas – depois do outubro vermelho – você merece continuar vivendo vestido de palhaço e imbecil, ser explorado, e ficar mergulhado nesse pântano fétido dominado por um sapo barbudo que foi beijado pela princesa democracia para ascender ao poder, mas, vergonhosamente, traiu todos os princípios que sempre defendeu, demonstrando que não passa de um sórdido filho do ovo da serpente do fascismo corrupto, sócio dos donos do capital que exploram e escravizam os excluídos, massa de ignorantes “educados” para aceitar sempre serem subalternos das elites dirigentes genocidas, que fazem do capitalismo selvagem um meio de preservação do Estado como instrumento de covarde exploração da absoluta maioria de seus súditos otários e palhaços do Circo do Retirante PiTóquio.


Os motivos...


Imaginem uma sociedade que aceita trocar o desenvolvimento auto-sustentado que gera empregos e aumenta a renda, por um programa assistencialista preservador da pobreza e aliciador de eleitores, que mantém mais de 50 milhões de cidadãos excluídos reféns do Estado corrupto e corporativista-meliante.


Imaginem um país em que o Estado se encontra controlado por mais de cinqüenta mil militantes do poder político fascista dominante, que estão enriquecendo com o fruto da manipulação espúria do poder público em benefício próprio.


Imaginem um país que tem um presidente que se comportou ao longo do seu mandato à semelhança de uma absoluta fraude como ser humano e como político.


Imaginem um país que tem um presidente pseudo-estadista que se declarou um deficiente físico mental-auditivo-percetivo pelo fato de que em nenhum momento diz ter tomado conhecimento, ter visto, ou ter ouvido falar, de grotescos e sistemáticos escândalos de corrupção gestados, acompanhados e controlados, pelos seus melhores amigos e companheiros de partido, que se reuniam em frente sua sala de descanso (pois é um presidente-apedeuta que não trabalha), e foram denunciados formalmente como pertencentes a uma organização criminosa, mas que nunca serão presos.


Imaginem um país que tem um presidente estelionatário, um "príncipe da política prostituída" , que passou todo o seu mandato mentindo e se colocando como cúmplice omisso da corrupção e do corporativismo meliante, esquecendo de governar e se dedicando apenas em tentar sua reeleição e conseguir executar seu projeto de poder perpétuo.


Imagine um país em que o poder público declara que a Previdência está falida e permite que os cidadãos morram na fila de espera dos hospitais públicos, mas que somente com os impostos criados para pagar esta previdência, se usados para a sua finalidade legal, e não desviados, resultariam em um superávit de mais de 70 bilhões de reais.


Imagine um país que não tem dinheiro para investir em educação, segurança pública, saneamento e na capacidade produtiva do país para fomentar o crescimento auto-sustentado, mas paga acima de 160 bilhões de reais de juros por ano aos banqueiros e aplicadores dos títulos públicos.


Imaginem um país que é controlado por um Estado absolutamente dominado pelo corporativismo mais sórdido entre os poderes da República, que determina que um corrupto da corte do "Ali-Babá-Botox" somente pode ser preso se os paradoxais princípios corruptos dos canalhas, prestadores de serviços da prostituição da política, forem atendidos; “não é permitido condenar um réu culpado confesso que não pode ser condenado” porque o próprio Estado não permite que o mesmo seja corretamente investigado, sendo as obviedades e as evidências dos seus crimes simplesmente desconsiderados.


Imaginem um país no qual algumas ratazanas dos porões do fascismo, representantes da classe dos artistas, acadêmicos, etc. ao perceberem o barco da democracia ser afundado pelos corruptos, saem de suas tocas imundas dizendo que os fins justificam os meios e fazem apologia pública da falta de ética, da imoralidade e do mau-caratismo nas relações políticas, apenas pelo fato de que “seu homem” tem grandes chances de ser reeleito.


Imaginem um país onde um juiz manda soltar ladrões de melancia tendo uma de suas motivações o fato de que os líderes dos bilionários ladrões da máfia corrupta que assalta os contribuintes são protegidos pela própria Justiça.


Imaginem um país em que empresários têm medo de não comparecer às reuniões promovidas pelo "Ali-Babá-Botox" para não serem perseguidos pelos fiscais do Estado assinando em baixo de que todos têm receio de verem descobertas suas falcatruas.


Imaginem um país em que seu Parlamento não passa de um covil de ladrões e prostitutos da política que recebem salários e mordomias milionários e que ainda pagam putas de zona para fazerem festa de distribuição do dinheiro roubado dos otários e imbecis contribuintes.


Imaginem um país em que o próprio presidente é descaradamente o líder da revolução que depôs todos os valores morais e éticos que deveriam ser base de sustentação da ação dos poderes públicos, colocando em seu lugar a meritocracia da meliância em que o mais valoroso dos homens é aquele que consegue roubar mais o contribuinte e mentir mais para os eleitores, ele próprio dando sistemáticos exemplos de obviedades e evidências do que significa ser um mau-caráter, hipócrita e leviano.


Imaginem um país onde os chefes das Forças Armadas e das forças civis aceitam ser subordinados à influência de uma organização criminosa mafiosa, e concordam pela cumplicidade da omissão em entregar sua pátria pacificamente nas mãos de um Estado Comunista de Direito.


Imaginem um país em que sua maior rede de televisão sempre se comporta como sócia dos poderes constituídos e como um instrumento sistemático de tele-alienação coletiva, devedora refém do poder público, produtora de novelas de horário nobre que fomentam a destruição da instituição familiar e de todos os valores morais e éticos da sociedade, em nome de uma liberdade de expressão corrompida e de um modernismo mundano que agride frontalmente crianças e adolescentes em fase de formação de caráter e personalidade.


Imaginem um país em que torcedores têm a “coragem” da covardia de agredir por motivos banais e matar outros torcedores de futebol, mas não tem a mesma coragem para salvar seu país, enfrentando os fascistas que os farão escravos de um Estado Comunista de Direito ditatorial, autocrático e autoritário.


Imaginem um país em que a sociedade fica apática ao perceber uma bandeira vermelha de estrela única sendo colocada no lugar de sua bandeira nacional.


Para não esquecer...


Se você não tem discernimento para saber que país é este e nem lutar pela sua salvação das mãos dos fascistas, depois de um outubro qualquer você merece continuar vivendo vestido de palhaço e imbecil, ser explorado, e ficar mergulhado nesse pântano fétido dominado por um sapo barbudo que foi beijado pela princesa democracia para ascender ao poder, mas vergonhosamente traiu todos os princípios que sempre defendeu, demonstrando que não passa de um sórdido filho do ovo da serpente do fascismo corrupto, sócio dos donos do capital que exploram e escravizam os excluídos, massa de ignorantes “educados” para aceitar sempre serem subalternos das elites dirigentes genocidas que fazem do capitalismo selvagem um meio de preservação do Estado como instrumento de exploração da absoluta maioria de seus súditos otários, palhaços do Circo do Retirante PiTóquio.


Mensagem às pessoas de bem...


"Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos. Mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma” (Cícero), fruto da covardia e omissão de seu próprio povo e provocada pela liderança carismática-corrupta de canalhas.


por: Geraldo Almendra

5 Comments:

Blogger Claudia said...

Eu não chegaria a tanto em alguns pontos mas, por outro lado, acredito que vivemos uma situação de urgência. Às vezes até acredito que poderemos virar este jogo, mas devo confessar que o futuro do país me parece por demais sombrio; parece que vivemos numa realidade paralela ou na caverna de Platão.
Cansa né Alex, pensar 'meu Deus, como não vêem tudo isso!'
A luta continua e, pelo andar da carruagem, não teremos trégua. Ou melhor, não daremos trégua.

BY the way, saiu no Globo o que todo mundo já sabia: tráfico dá 10% (só 10%?) para a polícia. Eu diria mais: não só o tráfico mas os puteiros e as vans.
Abraços dominicais

8:23 AM  
Blogger Claudia said...

Ah Alex, faltou dizer com quem que a polícia divide o dinheiro...
BJS

10:55 AM  
Blogger Kafé Roceiro said...

Cara, arrepiante esse texto. Um raio X de tudo que está acontecendo. Você realmente tem o dom de descrever as coisas como devem ser. É exatamente isso! Pra você ver como está famoso, já havia lido seu texto antes de vir aqui. Marques me enviou! Fiquei embasbacado...Parabéns!

6:28 PM  
Anonymous urgente said...

O iG pode parecer pouca coisa. Mas é o terceiro maior portal do Brasil. Agora está pronto para difundir a propaganda do governo. O PT acaba de elaborar um documento em que pede uma "mudança nas leis para assegurar mais equilíbrio na cobertura da mídia eletrônica". Muita gente está alarmada com o documento. O temor é que, num segundo mandato, os lulistas atropelem as leis para tentar aumentar seu controle sobre a imprensa. O fato é que isso já aconteceu pelo menos uma vez neste mandato, quando a turma de Luiz Gushiken tomou de assalto o iG. O documento do PT fala em oferecer "incentivos econômicos para jornais e revistas independentes". Independente, para o PT, é José Dirceu. É Franklin Martins. É Paulo Henrique Amorim. É Mino Carta. É o assessor de imprensa de Delcídio Amaral, que tem um blog político no iG. Só falta o Luis Nassif. Essa é a turma que, segundo o PT, precisa de incentivos econômicos do Estado. Carta Capital sempre atacou Daniel Dantas. Acaba de ser recompensada por um acordo com o iG. De quanto? Eu quero saber.

http://foralula.lpchat.com/content/view/113/2/

3:55 AM  
Anonymous Vera said...

Depois de reler este post, chego a pensar que o grande Circo do Retirante PiTóquio, deveria ser fechado de vez e enviado à PluTão! ;-) bjs

6:51 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home