11 outubro 2007

AH, ESSES MILITARES INCOMPETENTES ...

Em 31 de Março de 1964, militares e civis, atendendo a um clamor da população ordeira do Brasil, que se manifestava em praças públicas do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e outras capitais; na época alcançando números acima dos 3 milhões de brasileiros com espírito cívico, contra o caos vigente, greves políticas, insubordinação nas Forças Armadas, desabastecimento dos supermercados e inflação galopante que deteriorava o salário dos trabalhadores. As Forças Armadas, atendendo a este clamor popular, deram um basta, um ponto final, aos simpatizantes da ideologia comunista, em sua segunda tentativa de tornar o Brasil mais um satélite da extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas – URSS; um tipo de sputinik, um satélite como viria a ser Cuba, ou como um Vietnã, como afirmam estes comunistas em seus compêndios bibliográficos confessando suas reais intenções e tentando serem vistos como mártires ou heróis pelos seus seguidores, após sucessivas lavagens cerebrais marxistas, trotskistas e da cartilha de Mao Tse Tung; mas esses militares incompetentes livraram o Brasil do jugo comunista.





Continuaram esses militares incompetentes em suas tentativas mal planejadas e mal executadas para acelerar o defasamento desenvolvimentista brasileiro e o que fizeram? Não estatizaram as telecomunicações, mas respeitando os contratos anteriormente pactuados compraram as empresas de telefonia e criaram a Telebrás e conseguiram, desta forma, o que não se conseguia antes no Rio de Janeiro, onde telefones das Empresas CTB e Cetel, dentro do Estado, um assinante só se comunicava via telefonistas, passassem a fazer suas ligações diretamente sem o auxílio das mesmas; e pior: criaram a Embratel e estações rastreadoras de satélite em Itaboraí no Rio de Janeiro, além de redes de Telecomunicações de Microondas, facilitando as comunicações via satélite não só para o seu emprego na telefonia, mas também para o surgimento das Redes de Televisão de alcance nacional. A idéia de se desenvolver o Pólo Industrial nas Telecomunicações era idéia de jerico, tanto que isto tudo foi vendido a preço de banana caribenha, quando só se podia ter acabado com o monopólio.




Enfim, telecomunicações não é assunto de Segurança Nacional, por conta disso os EUA não deixam empresas estrangeiras assumirem o controle das suas (o que os tornam igualmente incompetentes), o desenvolvimento das telecomunicações feita no Brasil na década de 60/70 é muita incompetência desses militares.


Para piorar, esses incompetentes acreditando na falácia de que o “Petróleo é nosso”, o que fizeram? Aceleraram as pesquisas para a prospecção de petróleo, acreditaram na viabilidade do projeto considerando a relação custos x benefícios e incrementaram a prospecção em plataformas submarinas na Bacia de Campos, daí surgindo o maior pólo petroquímico do país no Estado do Rio de Janeiro.


Mas não, esses militares incompetentes, sem planejamento nenhum e diante da crise do petróleo o que fizeram? Incentivaram pesquisas de biocombustível, e daí surgiu um tal de Álcool Combustível, também chamado Ethanol, pra quê isso? Cana de açúcar só serve para rapadura e cachaça, pinga, manguaça, mas que piada, são mesmo uns incompetentes, isso não dá certo não.
O Bush só veio ao Brasil para tratar do assunto com o Lula sobre Ethanol, pois os dois tem algo em comum, são pinguços, este negócio de biocombustível não poluente e de combustível renovável, é "conversa para boi dormir", o interesse mesmo é na manguaça.



Outra incompetência desses militares: com que intuito queriam desenvolver a indústria aeronáutica no Brasil? Para quê criaram a Embraer? Para construir aviõezinhos, com mão de obra brasileira, técnicos formados em Escolas Técnicas brasileiras e alavancar projetos de engenheiros incompetentes do ITA, deste institutozinho mantido por militares, com a colaboração de professores civis e militares a exemplo do IME. Mas santa incompetência desses militares, qual finalidade da Embraer? Fabricar uns aviõezinhos fuleiros e ser responsável pela maior exportação industrial do País atualmente? Quanta incompetência desses militares!




Piada maior que essa só a de implementarem um parque industrial da construção naval e construírem, na época, navios petroleiros para a Fronape – Frota Nacional de Petroleiros, tipo o Maruim, José Bonifácio, todos petroleiros "vagabas" ; o emprego na área naval com toda força a frente e vislumbrando do passadiço um mar de almirante. Quanta incompetência desse militares!


E para rir mais ainda, criaram a Embrapa, para desenvolver a pesquisa agropecuária e junto com as Emater darem suporte técnico aos agropecuaristas brasileiros, aumentando a produção de grãos, do gado de corte e de leite, de suínos e pesquisas de qualidade e genética; mais uma piada desses incompetentes militares.


Na área social criaram o FGTS; o INPS, unindo os diversos institutos de previdência existentes à época (IAPI, IAPC, IAPETEC, etc) com regras diferentes, universalizando a Previdência Social no Brasil – algo jamais feito “na história deste país”.


Também o FUNRURAL, a SUDAM e a SUDENE, alavancando regiões “nunca antes” atingidas pelos governos anteriores, inclusive os ditos “trabalhistas” e os “do povo”. Quanta incompetência !


Para continuar rindo, esses incompetentes elevaram o Brasil da 40ª economia do mundo para a , com PIB de até 10% , bem acima dos ridículos de 2,9% ao ano, que hoje só não é suplantado pelo Haiti, mas isso é mais uma “piada de papagaio” desses militares incompetentes.


E a incompetência maior, e esta não é piada, acreditaram numa Lei de Anistia ; em sua tentativa de pacificar o País, e que todos os brasileiros vivessem uníssono em território nacional para que nós suplantássemos nossos problemas, sem mágoas, com patriotismo, civismo e nenhum dos militares-presidentes deste período incompetente ficou milionário, nem durante e nem depois de seus mandatos e, os que ainda vivem (e mesmo os que já morreram), viveram somente de suas parcas remunerações, por acreditarem num Brasil maior, no espírito público, no civismo, no patriotismo. Algumas viúvas, filhos e filhas destes militares só tem como recordação destes entes queridos, perdidos na luta contra a implantação do comunismo no Brasil, suas eternas imagens imortalizadas em suas mentes e corações, de brasileiros que lutaram, morreram e acreditavam em um Brasil melhor, como o Major EB José Julio Toja Martinez assassinado por terroristas do MR-8 Mário de Souza Prata e sua amante Marilena Villas-Bôas Pinto , esta se passando por grávida, com barriga falsa, de onde sacou sua arma para atingir o Major, quando este pensando se tratar de uma transeunte normal foi auxiliar para tirá-la da linha de fogo sendo mortalmente ferido.


Também podemos pensar nos familiares do Industrial Henning Albert Boilensen, um dos fundadores do CIEE- Centro de Integração Empresa-Escola, que ajuda vários estudantes de nível médio e superior a conseguirem o seu primeiro estágio e se capacitarem para o mercado de trabalho. Dinamarquês naturalizado brasileiro, presidente do Grupo Ultragás, assassinado em 15 de abril de 1971 por um Comando Revolucionário, integrado pelos terroristas Yuri Xavier Pereira, Joaquim Alencar Seixas, José Milton Barbosa, Dimas Antonio Casimiro e Antonio Sérgio de Matos.


Mesmo com estes atos de Terrorismo, os incompetentes militares tentaram a pacificação com a anistia e muitos destes assassinos recebem indenizações como “perseguidos da ditadura”; o que não ocorre com os familiares dos militares.


Talvez os que dizem serem os militares tão incompetentes, os tivessem valorizado se estes agissem como seu "guru" - o "Supremo Comandante" do regime ditatorial cubano (a mais antiga ditadura do mundo): fuzilado a todos os oponentes ou os mantido em prisões.


É... esses militares são mesmo incompetentes... preferiram a anistia.

(Adaptado do original de Augusto César C. Barros - recebido por e-mail)

3 Comments:

Blogger CAntonio said...

Pô Alexandre,

Só agora eu me dei conta que esses "milicos" não fizeram absolutamente nada.

Caramba, tanto tempo no poder para nada.

Eu guento....

SDS.

2:57 PM  
Blogger Alexandre, The Great said...

É, CAntonio... e mesmo assim, "sem fazer nada", fizeram coisas "jamais feitas na história deste país" (sem engordarem contas bancárias em paraísos fiscais...).

Alexandre, The Great

3:50 PM  
Anonymous Anônimo said...

Me mantenho sempre afastado das discussões do grupo, pois são opiniões,
sendo elas certas ou erradas, depende muito do ponto de vista de cada um.
Depende da experiência de vida experimentada...

Por onde começar ?
Bem vou começar com exemplo em nossos lares...exatamente, nossos lares.

Hoje somos pessoas adultas com bom senso e creio que a maioria com sua vida
estabilizada e seus filhos criados...
Em nossos lares, posso quase que garantir, fazemos de tudo para mantermos
nossa família unida, buscamos uma ótima educação para nossos filhos, dentre
outros atributos, deveres e qualidades, pois queremos o melhor para nossos
entes queridos.

Em determinados momentos erramos ora numa orientação, ora num bate papo, ora
num ponto de vista mal interpretado ou mesmo comunicado...junto aos nossos
parentes e em especial com os nossos filhos!
Buscamos sempre o melhor para eles, mas muitas vezes não conseguimos, ou por
falta de oportunidade, ou por mazela, ou mesmo a incompetência..., mas
buscamos o melhor.

O mesmo aconteceu nessa época tão conturbada, era um outro momento, uma
outra história...não tem certo ou errado, mas sim história de uma nação,
onde na época o Pai (governo estabelecido) buscava o melhor...
Não sei o que você vivenciou nos anos de 1964 a 1984, mas acredito que não
tenha sofrido tanto quanto essas probres crianças abandonadas nas
sinaleiras, nas portas dos bancos, a margem das praiais dentre
outras...

Tudo é e faz parte da história, que ainda pode mudar, de acordo com as
dificuldades ou memso facilidades do futuro, como mostra a própria história, diversas mudanças ocorridas...Certo ou errado buscou-se
fazer sempre o melhor, com parcimônia e muito jogo de cintura.

Veja só como tudo é simplesmente história: até 1300 a terra não era redonda,
até 1800 o melhor sistema de governo era o da monarquia, no Brasil até 1888
a escravidão era justa e trazia benifícios para o país, em 1900 falar que
mulher deveria votar era um absurdo, até 1950 décimo terceiro era
impensável, até 1966 chegar a Lua impossível, e assim por diante, isso é história.

Todo homem tem sua opinião sobre fatos e acontecimentos, todo homem de bom
senso lê os dois lados da história, todo homem inteligente projeta e equilibra numa
balança virtual, o lado negativo e positivo dessa história, só mas somente os radicais de
direita ou de esquerda, não ponderam e se acham o dono da verdade!

Como Pai os militares a época podem ter errado, podem ter até sido
incompetentes, mas queriam o melhor para seus filhos ( a nação).

OBS: Para tirar esse ar de mal estar, pode-se notar que a história muda
bastante no decorrer dos anos, como é o caso da pederastia...antes era
totalmente PROIBIDA, agora já bem PERMITIDA, espero poder morrer antes que seja
OBRIGATÓRIA.
Sds Claudius.

9:45 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home