02 outubro 2007

REGIME ÉTICO



" Que saudades eu sinto de um certa professora de matemática, que, na minha época de ginásio, no saudoso Colégio de Aplicação da Furj, em Joinville, apesar de sua silhueta avantajada, cativava seus alunos com seu dinamismo intelectual e seu comportamento ético.
Infelizmente, o tempo passou.
A competente professora se transformou em uma estridente senadora da República.
A simpática gordinha virou uma esticada magrinha.
Mas o que eu realmente não esperava é que a sua dieta de calorias lhe causasse um emagrecimento ético tão intenso.
A ponto de não lhe restar o mínimo discernimento para perceber que voto (secreto), por ela vilipendiado, não lhe pertencia.

Cara professora (infeliz senadora), esse voto era nosso, dos seus ex-alunos, seus ex-colegas e, certamente, dos seus ex-eleitores, que, para o seu próprio bem, nas próximas eleições saberão lhe devolver a sua nobre profissão de professora.

Quem sabe, a senhora engorde novamente, não fisicamente, mas pelo menos moralmente. "


Roberto Palhares, Joinville


(recebido por e-mail)

3 Comments:

Blogger Saramar said...

Ah! que maravilha, meu querido Alexandre!
Bem vindo de volta à luta.
Sabe bem como fez falta.
beijos

11:07 AM  
Blogger Antonio said...

O regime que ela fez foi uma neurônioaspiração, só pode ser.

SDS.

2:51 PM  
Anonymous Vera said...

Alexandre: ela sujou seu próprio RABO e entrou de CABEÇA no LAMAÇAL...rsrs.

7:37 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home