03 fevereiro 2006

PRÁ QUÊ PROVAS?

A matéria abaixo transcrita, divulgada no dia 22/01 pela Revista VEJA, nos dá o necessário e indispensável convencimento de que tudo que até agora foi dito sobre a personalidade do apedeuta-molusco-bebum é a mais pura e triste verdade, a qual ainda teremos de suportar... pelo menos até 31 de dezembro de 2006.

MATURIDADE E DESONRA, por Tales Alvarenga

”A elite, a oposição e a mídia, pintadas por Lula como adversários mal-intencionados, têm se mostrado perfeitamente maduras no acompanhamento da crise moral e política do governo petista. O que tem coberto o governo de desonra não é nenhuma campanha ideológica contra um presidente que ousou dar relevância às demandas populares, como gosta de dizer a propaganda oficial. O que existe são fatos crus que vão sendo desencavados pelas CPIs e pela imprensa a respeito do mar de corrupção no governo e no Partido dos Trabalhadores. Como se não bastasse tudo o que já se conhecia, explodiu na semana passada uma denúncia que confirma todas as suspeitas acumuladas anteriormente pelos brasileiros. Num depoimento à CPI dos Bingos, o ex-petista Paulo de Tarso Venceslau reafirmou que Lula sabia da arrecadação criminosa de fundos para o PT pelo menos desde 1995. Não só sabia como incentivava esse expediente. E tomou a decisão de punir quem se insurgiu contra o uso da mala preta. Paulo de Tarso Venceslau denunciou a ladroagem em documento a Lula e aos mais respeitáveis barões petistas. Tudo o que conseguiu foi ser expulso do PT, diante do silêncio cúmplice das vestais da agremiação, que sempre se venderam como políticos superiores em matéria de ética e moral. Segundo Paulo de Tarso, os cúmplices silenciosos são Aloizio Mercadante, Eduardo Suplicy, José Genoíno, Gilberto Carvalho (hoje chefe-de- gabinete de Lula) e vários outros luminares do PT. Um deles, Frei Betto, transmitiu a Paulo de Tarso a seguinte ameaça do Grande Irmão: "Se o Lula souber que alguém está conversando com você, ele jura que aquela pessoa vai ser decapitada do partido". (quanta DEMOCRACIA nessa frase...)
Paulo de Tarso já havia falado à imprensa sobre o assunto. Na semana passada, o que houve foi a confirmação cabal da história, no tribunal oficial da CPI e contra o pano de fundo de tudo o que já se conhecia sobre a expertise petista para tomar dinheiro alheio, inclusive por meio de extorsão. Nas primeiras vezes em que se referiu ao assunto, Paulo de Tarso podia ser tomado por um ex-petista ressentido em busca de vingança. Não mais. Sua história se encaixa perfeitamente em toda a armação bandalha de que o Brasil tem ouvido falar há oito meses.
Paulo de Tarso era Secretário das Finanças da prefeitura de São José dos Campos quando lá começou a agir o advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula e fornecedor de uma casa onde o atual presidente morou de favor. Por interferência de Lula, a consultoria de Roberto Teixeira arrancou dinheiro de várias prefeituras petistas, além da de São José dos Campos, manipulando notas falsas.
Em 1994, a consultoria do compadre injetou dinheiro na campanha presidencial de Lula. Com o depoimento de Paulo de Tarso, nada falta explicar. Tudo se encaixa. Mensalão, Delúbio Soares, operações de Marcos Valério, sangria dos cofres públicos e o papel ativo de Lula na fundação do esquema. Toda a operação de enriquecimento do PT foi planejada para garantir o caixa dois de um partido que queria bilhões para realizar o sonho de ficar vinte anos no poder. O castelo de areia desabou. Ficam por aí seus engenheiros, com a missão impossível de se justificar perante a opinião pública.”


Segundo recente crônica de Arnaldo Jabor: só nos restam as maldições.

7 Comments:

Blogger Moita said...

Alexandre

Eu sabia que voce voltaria recarregado das férias.
espetacular texto. Parece que só cabe amaldiçoar ou rezar.

Lá na Moita eu não sei mais se andei amaldiçoando ou rezando.

Um abraço.

11:04 AM  
Anonymous Barata Voadora said...

Os escândalos políticos, as corrupções escancaradas pelas CPIs, tudo isso já não é mais novidade há anos. O q. "incomoda" é a "novidade" do PT estar envolvido em tudo isso tb. (o q. já era de se esperar). Pois, pintaram ao Brasil que esse partido seria a "salvação" na figura de seu representante. Pobres utópicos! O grande problema não são os partidos, a política ou outros segmentos da sociedade - corrupção e sacanagem existe há séculos. O problema real é o ser humano ser corruptível. Já é cultural!

12:55 PM  
Blogger Saramar said...

Não concordo com a Barata. Não gosto de generalizações. Claro que o que estamos assistindo no Brasil é sui generis: a cúpula dirigente inteirinha corrompida e, o pior, a oposição também.
Como diria o futurólogo Caetano Veloso, o Hati é aqui.

Beijo

12:04 AM  
Blogger Star said...

Alexandre,

Se mataram dois companheiros de partido, que participavam dos esquemas, imagina o que não fizeram com inimigos... a guerra dos sindicatos em São Paulo, em que muitos sindicalistas foram mortos para que a turma de Lula tomasse conta dos sindicatos, foi o início de uma série de crimes que continuam no PT de hoje. O PT nasceu no crime, criado por criminosos. Eles não sabem ser algo melhor.

1:59 AM  
Blogger Nat said...

Alexandre,

E agora, por uma coincidência macabra, morre Tales Alvarenga, autor deste notável texto. Realmente, só nos restam as maldições.

Bjs

12:55 PM  
Blogger Alexandre, The Great said...

A morte de Tales Alvarenga, conforme comenta a Nat, completa um círculo de coincidências macabras entre o PT e seus opositores e desafetos. Nosso pobre país está nas mãos de "gangsters" e, a exemplo da Itália, levará muito tempo e muitos ainda morrerão até que se consiga mudar esta triste realidade.

1:20 PM  
Anonymous Anônimo said...

Where did you find it? Interesting read film editing schools

9:24 PM  

Postar um comentário

Links para este post:

Criar um link

<< Home